Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

  

 

Planeta Criança



Poesia & Contos Infantis

 

 

 


Carlos Castañeda
Carlos Castañeda

Carlos Castañeda

 

 

Carlos Castañeda, cujo nome original é Carlos César Salvador Arana Castañeda (Cajamarca, Peru, 25 de dezembro 1925 - Los Angeles, 27 de abril, 1998) foi um antropólogo e escritor naturalizado peruano americano, autor de uma série de livros que descrevem a sua formação em um tipo particular de nahualismo mesoamericano tradicional, ele se referiu que, como muito velhas e esquecidas. Tais livros e o próprio Castañeda, que falou em público sobre seu trabalho, ou, em casos raros, são objecto de muita controvérsia.

Seus partidários dizem que seus livros são verdadeiros em seu conteúdo, ou pelo menos que constituem obras de valor literário e antropológica. Seus críticos apontam em vez disso, que seus livros são uma farsa, obras de ficção, e não-verificáveis como obras de antropologia, ao contrário do que o autor alegou.

Carlos Castaneda diz em seus livros que ele herdou uma tradição de bruxaria. Esta tradição é baseada em um grupo específico de bruxas que visa obter a liberdade. O agrupamento é composto por um nagual - tão atual como o líder - um conjunto de assistentes como sonhadores e outros rotulados de tormentos. Essa organização se perpetua por gerações, na sequência dos mandatos do espírito grupo seleciona os membros do grupo subseqüente, para que cada geração procura por um novo nagual e respectiva sonhadores e tormentos da tal geração. A geração de Castañeda é uma exceção, desde que este último não tem a quantidade de energia dada sua configuração de energia - nagual de três pontas - como formar um novo grupo de bruxas. A tradição dos Magos remonta a uma linhagem de naguales com origens nos toltecas, a última nagual é Castañeda, antes ele é Don Juan, o seguinte é o nagual Julian e antes disso, ele é o nagual Elias. Estes naguales mais frequentemente são mencionados nos livros.

 

 

 

A ERVA DO DIABO  

O FOGO INTERIOR  

O LADO ATIVO DO INFINITO  

O PODER DO SILÊNCIO

O PRESENTE DA ÁGUIA  

O SEGUNDO CÍRCULO DO PODER 

PORTA PARA O INFINITO  

UMA ESTRANHA REALIDADE

VIAGEM A IXTLAN  

 

 

 

 

  ... o encontro dos maiores autores da Literatura Mundial