Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

  

 

Planeta Criança



Poesia & Contos Infantis

 

 

 


Leon Nicolaievich Tolstoi
Leon Nicolaievich Tolstoi

Leon Nicolaievich Tolstoi

 

 

Leon Tolstói foi um escritor russo. "Autor de Guerra e Paz", obra que o tornaria célebre. Suas ideias revolucionárias sobre educação dos camponeses, chocaram o espírito aristocrata da época.

Ele nasceu em Iasnaia Poliana, Rússia, no dia 09 de setembro de 1828. Filho de Nicolau Tolstói, sua origem ilustre, remota à princesa Maria Nicolaievna. Com nove anos ficou órfão e foi educado por preceptores particulares. Em 1841, muda-se para Kazan e em 1844, ingressa na universidade. Dedica-se aos estudos orientais e depois às ciências jurídicas.

Senhor de inúmeros servos, dono de 2.200 hectares de terra, tem sua juventude dividida em contradições. Entusiasma-se com o luxo e as frivolidades da capital, ocupa-se dos servos, procura oferecer-lhes melhores condições. Duvida das próprias certezas e sente as contradições dos dois mundos em que vive.

Ao completar 23 anos, entra para o Exército, ao mesmo tempo em que publica os capítulos da autobiografia "Infância"(1852), na revista O Contemporâneo, de São Petersburgo. Um ano depois eclode a Guerra da Crimeia entre russos e turcos. Por ser de origem nobre, recebe o posto de oficial, sendo designado para lutar em Sebastopol, onde escreve, em 1854, "Os Relatos de Sebastopol".

Leon Tolstói volta para São Petersburgo, em 1855, descrente da guerra, após a derrota das tropas russas. A vida na corte o decepcionou, administrar suas propriedades não o satisfazia e a vida militar o repugnava. Dedica-se a escrever, o sucesso de "Infância" era um incentivo. Completando a trilogia autobiográfica, publica "Adolescência e Juventude". Em seguida "Uma Tormenta de Neve", obras que despertam o interesse do público e da crítica literária.

Em 1857, troca a carreira de oficial pelas letras. Inicia uma série de viagens pela Europa, onde observa as novas experiências em matéria de educação. Influenciado desde a adolescência pela obra de Jean-Jacques Rousseau (1712-1778), acredita que a função da educação seria melhorar a moral e moldar o caráter, através da autodisciplina. Para aplicar suas teorias funda uma escola em Iasnaia Poliana, para educar os camponeses, o que chocou os círculos intelectuais da Rússia. Tolstói foi o precursor das ideias revolucionárias que conturbariam a Rússia no século seguinte.

Em 1862 casa-se com Sofia Andreievna. Começa a trabalhar na obra que o consagraria "Guerra e Paz". A primeira parte foi publicada em 1865, sob o título de "Mil Oitocentos e Cinco". Escreve também artigos, contos e uma cartilha para a escola primária, onde escreve, de forma original, as lendas folclóricas russas. Em 1869, conclui "Guerra e Paz", que é dado ao público.

Sofia não aceita as ideias do marido sobre a educação dos filhos, nem a dedicação à escola. Tolstói escreve "Anna Karina", outro grande sucesso. A morte sucessiva de três filhos, e de uma tia, abala a vida do escritor. Começa uma grande transformação em sua vida, afirmando que "O pivô do mal é a propriedade". Repudia a nobreza, veste-se como camponês, anda descalço e serve-se a si próprio. Divide os móveis da família entre a mulher e os filhos. Deixa metade dos direitos autorais para o público. Publica "A Morte de "Ivã Ilyitch" (1886), "Sonata de Kreutzer" (1889), "Senhor e Servo" (1889) e "Ressurreição" (1899). Escreve em seu diário: "Tenho uma terrível vontade de deixar-me ir"

Leon Nicolaievich Tolstói faleceu em Iasnaia Poliana, no dia 14 de novembro de 1910.

  

 

 

A Arte de Recomeçar   

Ana Karenina 

A Morte de Ivan Ilitch

A Terra Precisa de um Homem

A Tortura da Carne

Guerra e Paz 

O Prisioneiro do Cáucaso  

Senhores e Servos  

Sonata a Kreutzer 

Três Mortes 

 

 

  

Carlos Cunha  Arte & Produção Visual