Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

  

 

Planeta Criança



Poesia & Contos Infantis

 

 

 


Oscar Wilde
Oscar Wilde

Oscar Wilde

 

 

Oscar Wilde (1854-1900) foi um escritor irlandês, autor da obra “O Retrato de Dorian Gray”, seu único romance, considerada uma das mais importantes obras da literatura inglesa. Escreveu novelas, poesias, contos infantis e dramas. Foi mestre em criar frases irônicas e sarcásticas.

Oscar Fingal O'Flahertie Wills Wilde nasceu em Dublin, Irlanda, no dia 16 de outubro de 1854. Filho do médico Willian Wilde e da escritora Jane Francesca Elgee, defensora do movimento para independência irlandesa. Cresceu rodeado de intelectuais. Criado no protestantismo, converteu-se ao catolicismo. Estudou no Trinity College, em Dublin e ganhou uma bolsa de estudos para estudar em Oxford. Foi morar em Londres, onde teve uma vida movimentada, regada aos prazeres da bebida, escrevendo poemas e textos para o teatro.

Oscar Wilde criou o movimento estético denominado "Dandismo", baseado na ideia de que a vida deveria ser norteada pelas preocupações artísticas como forma de enfrentamento dos problemas do mundo moderno. Visava transformar o tradicionalismo da "Época Vitoriana", levando um tom de vanguarda às artes. Escrevendo para o teatro, chegou a ter, ao mesmo tempo, três peças em cartaz nos teatros ingleses.

Em 1883, Oscar Wilde vai morar em Paris, onde entra para o mundo literário local, o que o levou a abandonar o movimento estético. De volta à Inglaterra casa-se com Constance Lloyd, filha de um advogado bem sucedido de Dublin. Vão morar em Chelsea, bairro dos artistas londrinos. O casal teve dois filhos. Os anos de 1887 e 1888 foram os mais produtivos do escritor, publicou poemas, contos e novelas. Em 1891 publicou sua obra prima "O Retrato de Dorian Gray", romance que retrata a decadência moral humana.

Em 1895, Oscar Wilde é acusado de ter um caso amoroso com Lord Alfred Douglas (Bosie), filho do Marquês de Queensberru. Processado pelo marquês é severamente condenado pela lei inglesa. É levado a julgamento, pela terceira vez, e condenado a dois anos de prisão. Wilde viu sua fama desmoronar, seus livros foram recolhidos e suas comédias retiradas de cartaz. Na prisão escreveu "A Balada do Cárcere de Reading" e "De Profundis", uma longa carta ao Lord Douglas. Libertado no dia 19 de maio de 1897, foi morar em Paris, passando a usar o pseudônimo de "Sebastian Melmoth". Passou o resto de seus dias morando em hotéis baratos e se embriagando.

Oscar Wilde morreu em Paris, vítima de meningite, no dia 30 de novembro de 1900.

 

 

 

A ESFINGE SEM SEGREDO

O AMIGO DEDICADO  

O FANTASMA DE CANTERVILLE  

O FILHO DA ESTRELA

O GIGANTE EGOISTA

O MODELO MILIONÁRIO  

O PRÍNCIPE FELIZ  

O RETRATO DE DORIAN GREY 

O ROUXINOL E A ROSA

OS MELHORES CONTOS  

SIMÃO, O CIRINEU

 

 

 

Carlos Cunha  Arte & Produção Visual