Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

  

 

Planeta Criança



Poesia & Contos Infantis

 

 

 


Paulo Coelho
Paulo Coelho

Paulo Coelho

 

 

Paulo Coelho (1947) é um escritor brasileiro, autor de romances, ficções, investigação policial, temas místicos e autoajuda, é um dos autores mais vendidos no mundo. Ocupa a cadeira nº 21 da Academia Brasileira de Letras.

Paulo Coelho de Souza nasceu na cidade do Rio de Janeiro. Foi um adolescente problemático, chegando a ser internado várias vezes entre 1965 e 1967. Ingressou na Faculdade de Direito Cândido Mendes, mas abandonou o curso para viver como hippie, época em que fez várias viagens pelo mundo.

Nos anos 70 conheceu o músico Raul Seixas com quem fez uma parceria que rendeu diversas músicas de sucesso do cantor, entre elas, “Gita”, “Eu Nasci há Dez Mil Anos Atrás”, e muitas outras.

Antes de se dedicar à literatura, Paulo Coelho foi ator, diretor de teatro e secretário de redação do jornal O Globo. Em 1986, decidiu viajar pela Europa e fez a peregrinação do Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, experiência que o despertou para a literatura. No ano seguinte escreveu “O Diário de um Mago”, onde relata os seus três meses de peregrinação, e a partir de então, começou sua carreira bem sucedida como escritor.

Em 1988, Paulo Coelho publicou “O Alquimista” que se tornou best seller no Brasil e se destacou como um dos livros mais vendidos no mundo.

Paulo Coelho entrou para a Academia Brasileira de Letras em 2002, causando certa polêmica entre alguns literatos e críticos, pois, ficaram fora da Instituição autores consagrados como Carlos Drummond de Andrade e Vinícius de Moraes.

Junto com sua esposa, a artista plástica Christina Oiticica, fundou o Instituto Paulo Coelho, instituição sem fins lucrativos, financiada através dos direitos autorais do escritor, dedicada a ajudar jovens e pessoas da terceira idade.

Paulo Coelho já foi considerado o autor brasileiro mais vendido na França. Seus livros são traduzidos em diversas línguas, recebeu diversos prêmios e condecorações, entre eles: Comendador da Ordem do Rio Branco (Brasil, 1998), Chevalier de L’Ordre National de la Legion d’Honneur (França, 2000), Corine Iternationeler Buchpreis (Alemanha, 2002), Nelsen Gold Book Award for tee Alchemist (UK, 2004), Elle – Melhor Escritor Internacional (Espanha, 2008), entre outros.

 

 

 

A BRUXA DE PORTOBELLO

AS VALKÍRIAS 

NAS MARGENS DO RIO PIEDRA EU SENTEI E CHOREI

 

 

Contos do Alquimista

Como coordenador e redator destes textos, procurei o que havia de melhor nas diversas tradições espirituais da humanidade, contar histórias que estão presentes em várias culturas, traduzir para uma linguagem mais atual certas passagens de livros inesquecíveis, compartilhar com você algumas de minhas próprias reflexões e vivências.

            Ninguém precisa saber que Nasrudin é um personagem sufi, ninguém precisa saber que sufismo é uma tradição espiritual; as histórias vão além do personagem e da tradição, e falam ao coração de todos.

            Ninguém precisa saber que no início da Cristandade houve um mosteiro de Sceta, perto de Alexandria, Egito, onde um grupo de padres deixou uma vasta coleção de textos; o que os monges do deserto ensinaram vai muito além do deserto onde viviam.

            E o mesmo se passa com as lendas de samurais, as histórias hindus, judaicas, persas ou islâmicas. Contando histórias, os homens entendem que estão sempre falando do mesmo Deus, e que as muitas semelhanças da Busca Espiritual são muito mais importantes que as pequenas diferenças religiosas.

            Parte deste material foi publicado em colunas de jornais nos quais escrevo ou escrevi; muito me comovia, em tardes de autógrafos, ver leitores com alguns destes textos colados em cadernos, criando – eles próprios – seus livros. Foi baseado na idéia destes leitores que eu resolvi estruturar os dez volumes desta coleção.

            Diz um velho ditado africano: “a vida é como andar de bicicleta: a gente só cai quando pára de pedalar”. Que as histórias e vivências aqui relatadas nos ajudem a seguir adiante.

 

SEGUINDO A CONSCIÊNCIA 

A CERIMÔNIA DO CHÁ 

O VALOR DAS TRADIÇÕES  

 

 

Se não pode vencê-los, junte-se a eles… Dizer essas palavras de maneira bem humorada foi à atitude do escritor Paulo Coelho em relação à pirataria de suas obras literárias.

Ao se deparar com um site que disponibilizava seus livros sem qualquer custo, o autor decidiu compartilhar seus pensamentos com pessoas que não podem comprar livros.

A maneira com que ele lida com esse assunto serve de exemplo para outros autores. A atitude do autor mostra que o compartilhamento gratuito de expressões artísticas na internet está ganhando cada vez mais adeptos.

 

 

               

 

               

 

               

 

               

 

Clique na capa e tenha uma boa leitura!

 

Carlos Cunha  Arte & Produção Visual

 

 

 

Planeta Criança                                                             Literatura Licenciosa